Meu segredo número #1 para aprender qualquer coisa mais rápido!

Meu segredo número 1 para aprender mais rápido

Se alguém, hoje, me fizesse a seguinte pergunta:

– Fábio, se você fosse dar uma única dica para alguém turbinar os seus estudos, qual dica seria essa?

Sem enrolação, nem balela, a resposta está na ponta da minha língua: TESTE A SI MESMO!

- Mas o que você quer dizer com isso?

Significa que você deve tentar recuperar mentalmente a resposta. Em outras palavras, você deve tentar acertar a resposta ao invés de simplesmente ter um contato prévio com ela.

Quem já está acompanhando o meu blog, por mais recente que ele seja, sabe que eu gosto de fornecer dicas que são comprovadas cientificamente. E são inúmeras as pesquisas que chegam à mesma conclusão:

Testar a si mesmo (prática de recuperação) é, de longe, mais eficiente do que simplesmente reler diversas vezes o material (repetição massiva). Make it stick. The science of successful learning.

- E qual é a explicação?

Quando recupera mentalmente uma informação, você fortalece as conexões neurais responsáveis pelo armazenamento dela no cérebro e constrói o caminho para que aquela mesma informação seja recuperada com mais facilidade no futuro.

Tentar lembrar de uma informação aumenta muito as chances de que você realmente lembre dela adiante. Por fortalecer as conexões neurais, leia-se: inserir a informação na memória de longo prazo! Essa é a grande diferença.

Por outro lado, ao reler diversas vezes o material, você apenas armazena aquela informação na memória de trabalho ou de curto prazo. É por isso que, quando você deixa para estudar na última hora, você lê e relê o conteúdo diversas vezes na noite anterior e no dia seguinte até consegue tirar uma boa nota.

Mas o que acontece depois? É isso mesmo. Em pouco tempo, você esquece tudo aquilo!

Agora eu te pergunto. Quem é o melhor aluno? Aquele que tira boas notas estudando em cima da hora e esquece tudo depois ou aquele que tira boas notas e aprende de verdade? Sem nenhuma dúvida, a segunda categoria é aquela que vai ter maiores chances de alcançar sucesso profissional.

Muitas vezes o processo de aprendizagem é contraintuitivo!

– Fábio, o que você quer dizer com contraintuitivo? Eu quero dizer que, muitas vezes, o que as pessoas acreditam que funciona melhor para aprender, nem sempre se confirma. É exatamente isso que acontece aqui.

A maioria dos alunos continua estudando por meio da repetição massiva porque acha que é ela mais eficiente. Mas agora que você já sabe que isso não é verdade, não vai mais fazer isso, não é mesmo?

Lembre-se do resultado das pesquisas! Aliás, com o passar do tempo, você vai confirmar, por meio da sua própria experiência, que as pesquisas estão certas.

- E como eu faço esses testes?

Flashcards
Flashcards

Não tem segredo. Basta que você tente acertar a resposta antes de ter contato com ela. Uma maneira muito fácil de fazer isso é por meio dos chamados flashcards, que nada mais são do que cartões utilizados para memorização.

Eles funcionam assim: na frente do cartão você escreve a pergunta e na parte de trás a resposta. Assim, quando for fazer a revisão, você deve ler a pergunta e, durante alguns segundos, tentar respondê-la sem olhar o verso.

Somente depois desse curto espaço de tempo, você vai ver a parte de trás do cartão para descobrir se acertou ou errou. É simples, mas muito efetivo. Não deixe de inserir, a partir de hoje, os flashcards na sua rotina de estudos.

Outra forma bastante divertida de testar a si mesmo é por meio dos quizzes. Eles são jogos, geralmente praticados em grupo, em que são feitas perguntas aos participantes e uma pontuação é atribuída a cada resposta correta. Vence aquele que obtiver a pontuação maior.

Antes de uma prova difícil, convide seus amigos para jogar e descobrir quem sabe mais sobre a matéria. Todos vão se sair bem no exame.

Existem diversos aplicativos para elaborar flashcards ou quizzes. O meu favorito é o Anki que agrega a função de fazer revisões espaçadas, aumentando ainda mais a eficiência do aprendizado. Em uma rápida pesquisa na internet você vai descobrir outros, a exemplo do StudyBlue. Ambos possuem versões para desktop e smartphone.

Está gostando do artigo?

INSIRA SEU E-MAIL ABAIXO PARA FAZER O DOWNLOAD GRATUITO DO E-BOOK "#7 ESTRATÉGIAS NINJA PARA PASSAR EM CONCURSO PÚBLICO EM TEMPO RECORDE!"

- Qual é a vantagem de testar a si mesmo?

As principais vantagens você já conhece: gravar uma informação na memória de longo prazo, tirar notas melhores e aprender mais.

Mas os testes possuem um efeito colateral que consiste em descobrir o que você ainda não sabe sobre o conteúdo. Desse modo, fica muito claro para você aquilo que precisa ser estudado com mais profundidade, antes de partir para a prova.

Leitor da mente do examinador

Se você for quiser passar em um concurso público, por exemplo, é fundamental fazer muitos testes semelhantes aos que serão cobrados no dia da prova. Faça o download de provas de concursos anteriores realizados pela mesma banca examinadora e… mãos à obra.

Além de descobrir qual é o tipo de pergunta e resposta que o examinador está acostumado a fazer, você vai ter uma noção mais precisa de quanto ainda precisa melhorar para conquistar o seu objetivo. O mesmo raciocínio vale para o vestibular ou ENEM.

Conclusão

Não subestime o poder de testar a si mesmo. Agora você já sabe:

Para turbinar o seu aprendizado, teste a si mesmo! É rápido, fácil e divertido. É o pulo do gato para aprender mais e melhor.

Você costuma usar flashcards na sua rotina de estudos?

QUER FICAR POR DENTRO DE TODAS AS NOVIDADES DO LOUCOS POR CONCURSOS?

Baixe Grátis o E-book: 

arrow

eBook 7 estratégias ninja para passar em concurso público em tempo recorde

  • Rafael

    Boa Noite Fábio.
    Primeiramente parabéns pelo blog, matérias de muita qualidade.
    Os flashcards realmente funcionam, faz um tempinho que estou testando, e já deu um bom resultado.
    Mas tenho uma dúvida, que horas é melhor confeccionar as perguntas?
    Durante a própria leitura do texto, ou elaborar um resumo após a leitura, para se ter uma noção geral do assunto, e a partir dele elaborar as perguntas?
    Abração!

    • Fábio Manfrin

      Olá Rafael. Segundo as técnicas de aprendizagem acelerada que envolvem, não apenas velocidade, mas também retenção, você deve fazer 3 tipos de leituras do texto. Não se preocupe, não são 3 leituras demoradas. Primeiro, você deve ler títulos e subtítulos e fazer um sobrevoo sobre o texto apenas para verificar do que se trata. Isso deve ser super rápido. Em seguida, faça a leitura propriamente dita (aquela mais lenta e analítica). Nessa fase você pode grifar as palavras-chave. Depois que já tiver entendido o texto, a terceira leitura serve apenas para rever os pontos principais e formular as perguntas. Note que a primeira e a terceira leitura são muito rápidas e vão ajudar muito na retenção. Somente na terceira é que você deve formular os flashcards. Veja: você deve optar entre flashcards ou resumo. Fazer os dois vai levar muito tempo. Espero ter ajudado. Grande abraço!

      • Rafael

        Muito obrigado Fábio, ajudou muito mesmo. E mais uma vez, parabéns pelo site.
        E tenho mais uma dúvida, você acha melhor durante a segunda leitura, ir fazendo anotações ou apenas grifar?
        Abração!

        • Fábio Manfrin

          Olá Rafael. O mais importante é que seu estudo seja ativo. Faça grifos e também anotações nas margens do texto. Se fosse estabelecer uma ordem de importância, eu diria que as anotações são melhores que os grifos porque exigem mais do seu cérebro e, consequentemente, isso será melhor para a memorização. Grande abraço!

  • Emanuela Prado

    Fabio, tudo bem? Confesso que dediquei todas as horas disponíveis do meu dia aqui no site. É maravilhoso o conteúdo disponível, a percepção de que precisamos melhorar enquanto estudantes e concurseiros!!!
    Estou muito surpresa e grata por tê-lo encontrado.
    Virou meu vício e dissemino para todos os amigos em redes.
    Muito obrigada pelo conteúdo incrível!!

    • Fábio Manfrin

      Olá Emanuela. Obrigado pelo seu depoimento. Suas palavras realmente me emocionaram. Palavras assim me motivam a melhorar ainda mais o Blog. Tenho prazer em compartilhar meu conhecimento com pessoas como você, dedicadas e interessadas em aprender melhor e mais rápido. Continue acompanhando o Loucos por Concursos. Em breve, pretendo publicar mais conteúdo de qualidade para os leitores. Um grande abraço e obrigado de coração!