Chute Certo: 11 Melhores Técnicas Para Chutar em Provas de Concursos

Como chutar em provas de concursos

Aprender a chutar em provas de concursos faz alguma diferença?

É óbvio que se você não estudou, não vai passar. Nem que seja considerado o “Rei dos chutes”. Mas aprender a chutar certo pode sim ajudar.

Em concurso público, muitas vezes, uma única questão separa os aprovados dos não aprovados.

Por isso, qualquer técnica que aumente a probabilidade de acertar as questões é sempre bem-vinda.

Em qual tipo de prova você deve chutar?

Primeiro você precisa saber que as técnicas de chute não são úteis para todos os tipos de prova. Elas são aplicáveis principalmente para as provas de múltipla escolha.

Chutar significa escolher uma das alternativas quando você não sabe a resposta.

Em geral, nessas provas, existem 5 alternativas (A, B, C, D e E) e a probabilidade de acerto é de 20%. As técnicas ensinadas neste artigo vão aumentar esta probabilidade.

A partir de hoje você não vai mais chutar no escuro, você vai chutar com técnica.

Como eu disse, muitas vezes o candidato é reprovado por uma questão. Por isso, em concursos públicos acertar uma ou algumas questões à mais faz toda a diferença. Pode significar a sua aprovação!

Então, preste a atenção nas técnicas abaixo e quando chegar na hora da prova e você não tiver a menor ideia de qual questão marcar, elas vão te indicar aquela com maior probabilidade de acerto.

As técnicas de chute funcionam 100%? É claro que não. Como eu afirmei, elas aumentam a sua probabilidade de acerto e isso já é motivo suficiente para estudá-las. Mas é claro que muitas vezes elas também vão falhar. O importante é que no cômputo geral elas tendem a melhorar a sua nota.

Quando você deve chutar?

Você só deve chutar quando não tem a mínima ideia da resposta. Se tiver alguma lembrança vaga ou palpite da resposta, você deve segui-los.

Se você tiver em dúvida entre duas alternativas, utilize as técnicas para marcar uma delas. Não marque uma terceira que já havia descartado só porque ela se encaixa em uma das técnicas.

Algumas vezes mais de uma técnica vai se aplicar a uma mesma questão. Decida qual é a melhor para o caso específico.

Entendeu bem? Chutar só quando você não souber absolutamente nada!

Advertência: algumas organizadoras punem anulando uma questão certa a cada questão errada que você marca. Isso significa que nem sempre é um bom negócio chutar. Nesses tipos de prova, a exemplo da Cespe, é melhor marcar a resposta quando você tiver pelo menos uma noção do que está fazendo. Caso contrário, pode ser melhor deixá-la em branco. Pelo menos assim você não perde pontos.

Como Chutar em Provas de Concursos?

Vamos às técnicas!

11 Melhores Ténicas Para Chutar Em Provas de Concursos

Técnica 1: Alternativa com itens que mais aparecem entre as respostas

A tendência é que seja correta a alternativa cujos itens mais aparecem entre as respostas dadas.

  • a) Lápis, tesoura e papel
  • b) Lápis, tesoura e livro
  • c) Livro, borracha e apagador
  • d) Apagador, livro e papel
  • e) Borracha, giz e caneta

Resposta: chute a letra “C” porque “livro” aparece 3x, e “borracha” e “apagador” 2x.

Técnica 2: Alternativas parecidas

A tendência é que seja correta uma das duas alternativas mais parecidas.

  • a) 10,3
  • b) 12,5
  • c) 13,7
  • d) 15,6
  • e) 15,8

Resposta: Chute “D” ou “E” já que ambas são as mais parecidas. Essa técnica também pode ser útil para respostas em frases e não apenas para números. Nesse caso, a tendência é de que uma das duas frases mais parecidas seja a correta.

Técnica 3: Alternativas opostas

Se houver duas alternativas em que uma diz exatamente o contrário da outra, a tendência é a de que a certa seja uma das duas.

  • a) O Brasil é uma democracia
  • b) O Brasil é uma ditadura
  • c) O Brasil é um estado unitário
  • d) O Brasil é uma monarquia
  • e) O Brasil é parlamentarista

Resposta: Inicialmente, você chutaria “A” ou “B” porque são opostas uma à outra. Obviamente que como nesse exemplo a letra “B” é absurda, a correta seria a letra “A”.

Técnica 4: Eliminação das alternativas absurdas

Muitas vezes o caminho para chegar na resposta certa pode partir da eliminação das hipóteses absurdas, ou seja, aquelas que atentam contra a lógica, a razão e o bom senso. Nesse caso, a reposta certa vai estar entre as alternativas restantes. Lembre-se de que ao eliminar uma das respostas as suas chances de chutar certo já aumentam.

  • a) Os servidores públicos devem atuar com ética, exceto quando não são observados pelos superiores.
  • b) Os servidores públicos devem confundir o patrimônio público com o particular.
  • c) Os servidores públicos devem zelar pelo patrimônio público.
  • d) Os servidores públicos não devem buscar a satisfação das necessidades públicas.
  • e) Os servidores públicos não possuem fé pública.

Resposta: Mesmo que você não entenda de direito administrativo, logo de cara vai perceber que as alternativas “A”, “B” e “D” são completamente absurdas e ferem o bom senso. Nesse caso, restariam 2 alternativas, aumentando as chances de acerto. A resposta certa seria a letra “C”. Note que mesmo que você não saiba a letra “E”, a “C” é politicamente correta. E respostas politicamente corretas tendem a estar certas.

Técnica 5: Eliminação das alternativas sem exceção

Com diz o ditado “toda regra tem uma exceção”. Por isso, alternativas que trazem as palavras “sempre”, “nunca”, “jamais”, “sem exceção”, “somente”, geralmente estão erradas. Tome cuidado porque esta técnica de chute também por ter a sua exceção. Por isso, você só vai aplicá-la quando não tiver a mínima ideia da resposta certa.

Por outro lado, alternativas que trazem palavras como “geralmente”, “em geral”, “alguns”, quase sempre estão corretas.

Quando algum desses termos mencionados acima ou outros parecidos surgirem na sua prova eles devem saltar aos seus olhos. Fique atento!

Resposta: na dúvida, marque a alternativa que contém exceção ou aquela que contém uma palavra genérica.

Técnica 6: Cuidado com a letra “A”

A letra “A” é a primeira opção e o examinador tende a não gostar de colocar a resposta nela. Ela é a alternativa preferida para colocar as famosas “pegadinhas”. Portanto, tome cuidado ao marcar a letra “A”. É claro que isso nem sempre se confirma e algumas vezes a “A” pode estar, de fato, correta. Se você souber o conteúdo e “A” lhe parecer a mais correta, marque. Apenas quero que tome um pouco mais de cuidado com essa alternativa.

Resposta: na dúvida entre a “A” e a “C”, por exemplo, marque a “C”.

Técnica 7: Alternativa com texto mais longo

Nas questões de Direito e Legislação há uma tendência de que a alternativa com texto mais longo seja a correta. Isso acontece porque ao explicar melhor a alternativa o examinador corre menos risco de ter a sua questão anulada. Como sempre, é apenas uma tendência e essa hipótese pode não se confirmar. Alexandre Meirelles fez um experimento para validar essa técnica. De 151 questões que chutou, em três provas, marcando as alternativas mais longas, obteve 29% de aproveitamento. Você pode pensar que não é muito, mas já é melhor do que os 20%, não é mesmo?

Resposta: marque a alternativa com texto mais longo.

Técnica 8: IBOPE ou “Cara” da folha de respostas

Essa técnica diz o seguinte: se nas questões em que sabe você marcou muito uma letra específica, está na hora de mudar a letra para que a folha de respostas fique mais variada.

Se de 10 questões você tiver respondido 9 com relativa segurança, por exemplo, e todas foram “A”, “B” e “E” chute a próxima que você não souber na “C” ou “D”.

Se estiver em dúvida entre “B” ou “C” e as 2 ou 3 anteriores foram “B”, é melhor chutar na “C”.

É menos provável que o examinador faça uma folha de respostas um número exagerado de alternativas iguais.

Resposta: assinale a resposta que menos saiu até o momento.

É claro que esta técnica deve ser aplicada em último caso e também depende das demais estarem corretas.

Técnica 9: Assunto totalmente desconhecido

Você estudou para o concurso. Logo, é provável que pelo menos você tenha ouvido falar do assunto que consta nas alternativas. Se você nunca ouviu ou leu nada parecido com o que consta em uma alternativa, evite marcá-la como correta. É provável que seja uma invenção do examinador para confundir a sua cabeça.

Resposta: não marque as alternativas com assunto totalmente desconhecido.

Técnica 10: Números intermediários

Quando a resposta das alternativas for em formato numérico, evite chutar no maior ou no menor número. Dificilmente a resposta certa será um dos dois limites.

Resposta: chute em números intermediários.

Técnica 11: Redação de fácil compreensão

Quando um examinador está elaborando uma questão, ele se preocupa em fazer uma alternativa correta sem dar margem para dúvidas, evitando assim uma tentativa de anulação posterior.  Por isso, os examinadores tendem a elaborar alternativas corretas bem redigidas e claras, ainda que sejam extensas. Algumas vezes para tornar uma alternativa incorreta o examinador tira apenas uma palavra do texto. Assim, o texto fica mal redigido e com dificuldade de compreensão.

Resposta: marque a alternativa com melhor redação e de mais fácil compreensão.

Essas foram as 11 técnicas que vão aumentar a sua probabilidade de chutar a alternativa correta.

Com diz William Douglas:

Nem sempre a resposta certa será aquela que o chute indicar.

Todavia, essas técnicas são importantíssimas porque vão aumentar a sua probabilidade de acerto na hora do chute.

A Melhor Técnica para Chutar em Provas de Concursos

A melhor técnica de todas é estudar para saber a resposta certa. Esse é o caminho da aprovação. Você deve resolver uma prova com base no conteúdo que estudou e não em chutes aleatórios. Chutar, mesmo com técnica, somente em último caso, Ok?

Um forte abraço e até a próxima!

Slides das 11 Técnicas Para Chutar:

Clique em “View Fullscreen”, no canto direito inferior, para visualizar os slides em tela cheia

Quer Baixar em Formato de eBook (PDF)?

eBook Chutar em Provas de Concursos
  • Fernando Menucci

    Excelente texto! Só para se ter uma ideia do quanto é improvável de se conseguir bons resultados chutando “no escuro”, vale dar uma olhada nos cálculos de probabilidade para cada prova. Nesse link tem uma espécie de calculadora disto: http://gnose.xyz/probabilidades.html
    É quase impossível atingir boas notas!